Pedras preciosas: Conheça 7 muito raras e valiosas!

pedras-preciosas

As pedras preciosas com mais valor na História são verdadeiros tesouros. Apresentam caraterísticas únicas, que as tornam objetos ímpares e extremamente valiosos.

O 7 é um número que se enquadra com estes minerais, por ser – de acordo com estudiosos como Pitágoras – o número da perfeição. Partindo deste poderoso algarismo, convidamo-lo a descobrir 7 pedras muito valiosas da História.

Apesar de o seu valor económico não ser linear, a nossa lista contempla algumas das pedras preciosas mais caras e raras do mundo. Venha conhecê-las uma a uma e apaixone-se!

7 Pedras preciosas muito valiosas

 

  1. Água-marinha

Pedras Preciosas: Água Marinha

A água-marinha, do latim aquamarine, é conhecida como o “tesouro do mar”. O maior exemplar foi encontrado em 1980, no Brasil, e pesava 110 kg. O cristal partiu-se em três partes, sendo que o maior, apelidado de Dom Pedro Aquamarine, pode ser admirado no Museu de História Natural de Washington, nos EUA.

Extremamente preciosa no mercado da joalharia, a água-marinha destaca-se pela elegância, sendo usada como joia por muitas famílias reais. A sua beleza reside sobretudo no brilho, cor e formato. Quanto mais azul, mais valiosa é.

 

  1. Diamante Koh-i-Noor

Acredita-se que o diamante Koh-i-Noor foi encontrado na Índia há cinco mil anos atrás, estando envolto em várias lendas e maldições. Acabou por cair nas mãos da realeza britânica, tornando-se mundialmente famoso por adornar a coroa da rainha-mãe Isabel.

É um dos maiores diamantes do mundo. O seu nome significa “Montanha de Luz” e tem 105 quilates. Até aos dias de hoje, a Índia reclama este diamante à Coroa Britânica, mas sem sucesso.

 

  1. Esmeralda Bahia

pedras preciosas: esmeralda bahia

A Esmeralda Bahia é uma das pedras preciosas mais famosas do mundo, sendo usada em alguns países para assinalar aniversários de casamento. Tal como o nome indica, foi encontrada em 2001, em Bahia, no Brasil. É a maior do mundo, pesa 360 kg e tem aproximadamente 180 mil quilates.

A Esmeralda Bahia é uma enorme pedra verde que está ainda em estado bruto. Atualmente, encontra-se no meio de uma batalha judicial, nos EUA, estando avaliada em cerca de 320 milhões de euros.

 

  1. Garnet Azul

Na lista de pedras preciosas extremamente raras e valiosas está a Garnet. As suas origens remontam à Idade Média, sendo conhecida como a “Pedra dos Viajantes”. É extremamente versátil, dada a variedade de cores: amarelo, azul, laranja, verde, castanho, cor-de-rosa e vermelho escuro.

A mais rara – a Garnet Azul – foi encontrada nos finais dos anos 90, em Madagáscar. Tem 4,2 quilates e o seu valor está estimado em 5,5 milhões de euros por quilate. Para além do seu brilho exuberante, outra das caraterísticas que a distingue das demais pedras preciosas é a capacidade de mudar a cor. À luz do dia é azul e à noite assume uma cor vermelho-púrpura.

 

  1. Moussaieff Vermelha

Pedras Preciosas: Moussaieff Vermelha

O Brasil é o paraíso das pedras preciosas. Neste país tropical foi encontrada por um agricultor, nos finais dos anos 90, a Moussaieff Vermelha.

Se encontrar uma pedra preciosa é um acontecimento extremamente inusitado, encontrar um diamante vermelho é ainda mais. As cores mais raras, por ordem ascendente, são: amarelo, castanho, transparente, azul, verde, preto, rosa, laranja, roxo e, finalmente, vermelho.

Red Shield Diamond, como é igualmente designada a Moussaieff Vermelha, tem 5,11 quilates e está orçada em cerca de 6 milhões de euros.

 

  1. Musgravite

Os exemplares da Musgravite encontraram-se, sobretudo, no Sul da Austrália, Gronelândia, Antártida, Tanzânia e Sri Lanka. No entanto, a maior pedra Musgravite foi registada apenas em 1993.

Este cristal possui uma cor cinzenta-violeta e o seu aspeto é semelhante ao de um diamante. É frequentemente confundido com as pedras da família taaffeite. O preço por quilate deste mineral poderá chegar aos 29 milhões de euros.

 

  1. Pink Star

Pedras Preciosas: Pink Star

O diamante conhecido como Pink Star é extremamente raro e precioso devido ao seu tamanho, cor e formato. Foi descoberto em 1999 numa mina de diamantes em África e tinha 132,5 quilates.

É um cristal praticamente transparente e pesa 11,92 gramas. Entrou na História como o mais caro diamante a ser leiloado. Foi vendido por 58 milhões de euros em Hong Kong.

 

 

Subscreva o nosso blog e descubra mais sobre a origem das pedras preciosas, a sua relação com os signos do zodíaco e respetivos poderes energéticos.

 


Subscreva o nosso Blog

 

Deixe uma resposta