Joias: Saiba como distinguir diferentes metais preciosos!

joias

Joias em ouro e prata são frequentemente imitadas e vendidas no mercado da joalharia. O importante é que não se deixe enganar quando decidir comprar peças deste tipo!

Tome todos os cuidados antes de adquirir novas joias e esteja atento aos detalhes para não se deixar enganar e “comprar gato por lebre”.

Para o ajudar a reconhecer os metais preciosos e a distinguir peças originais de imitações, elaborámos este artigo. Explicamos-lhe a que características deve estar atento para distinguir peças verdadeiras de ouro e prata, bem como de platina e paládio.

 

Preste atenção às marcas presentes nas joias!

 

A Contrastaria Portuguesa (Imprensa Nacional da Casa da Moeda) é a entidade a quem compete efetuar a marcação das peças fabricadas com ligas de metais preciosos. Assim, quem adquire estas peças tem a certeza do que está a comprar.

Se tem joias de prata ou ouro, provavelmente já se apercebeu de marcas que, a olho nu, se assemelham a dois simples quadrados minúsculos de baixo-relevo. Com recurso a uma lupa, perceberemos, contudo, que se tratam de marcações da Contrastaria Portuguesa.

As marcas feitas nas joias podem ser de dois tipos:

 

1- Marca do punção de responsabilidade.

 

É colocada pelo fabricante da joia. Contém uma gravura identificativa com um desenho privativo, bem como a letra inicial do nome próprio, dos apelidos ou da empresa que a produziu.

 

2- Marca do punção de contrastaria ou marca do punção de toque.

 

É inserida, tal como a designação indica, pela Contrastaria Portuguesa e assinala o tipo de metal, a percentagem utilizada na peça e a identificação da contrastaria (Porto ou Lisboa) que fez a marcação.

A identificação do metal é, normalmente, feita através da utilização de símbolos que representam cabeças de animais. Em baixo destes, lê-se um número que corresponde à percentagem do metal precioso contido na peça. O formato que circunda a imagem do animal indica se é da contrastaria de Lisboa (formato mais curvo) ou do Porto (forma octogonal irregular e simétrica).

punção de contrastaria

Aprenda a distinguir as figuras e a identificar os metais preciosos!

 

  1. Para identificar o ouro, utiliza-se a cabeça de veado quando as ligas são iguais ou superiores a 800 milésimas. Caso sejam inferiores a este valor, é usada a andorinha em voo.
  2. Relativamente às peças de prata, são identificadas através da cabeça de uma águia virada para o lado esquerdo quando as ligas são iguais ou superiores a 925 milésimas. Se forem inferiores, a cabeça fica direcionada para a direita.
  3. Peças de platina são sempre marcadas com uma cabeça de papagaio.
  4. Materiais feitos com paládio identificam-se pela cabeça de lince virada para a esquerda.

Distinguir joias verdadeiras é simples. Basta estar atento aos pequenos detalhes. Um cliente  informado, estará em condições de fazer uma compra mais segura.

 


 

Subscreva o nosso Blog

 

Deixe uma resposta