Tendência dos elos nas joias: como usar

Os elos nas joias, também conhecidos como as famosas correntes, são uma das principais tendências atuais no que ao mundo das joias, moda e acessórios diz respeito.

Aliás, é com frequência que vemos os elos nas joias nas principais coleções dos últimos anos de grandes marcas como Versace e Dolce Gabbana. Argolas, colares, pulseiras e até bolsas: é possível utilizar este item em qualquer um destes produtos um pouco por todo o mundo.

São carregadas de significado e, uma grande prova disso, é o facto de algumas das maiores influencers do mundo aderirem a esta moda em pleno. Famosas como Thássia Naves, Kim Kardashian e Bruna Marquezine apostam nesses acessórios para transformar os looks mais básicos em super produções.

Como usar elos nas joias e conjugar com diferentes estilos?

Independente do estilo, qualquer pessoa pode usar acessórios com elos nas joias, não pense que é apenas para os perfis mais irreverentes. De tal forma que esta tendência fica perfeita com looks casuais ou mais formais. Confira tudo!

Estilo clássico

Para mulheres que gostam do estilo clássico, os elos nas joias devem ser usados em acessórios discretos e elegantes, especialmente em tons de dourado. Pode misturar com outros materiais, para conferir mais sofisticação ao look, como por exemplo pérolas, o que irá criar um contraste de peças muito interessante.

Coleção Groumette da Rebeccca Gioielli, inspirada nas clássicas correntes groumet

Estilo contemporâneo

Este tipo de estilo é para aquelas mulheres que não têm medo de arriscar de fazer combinações arrojadas e improváveis. Para essas, os elos nas joias devem ser de grandes dimensões, como um choker, que pode ser combinado com malas com correntes ao invés de uma simples alça.

A Coleção Moscow da Rebecca Gioielli representa perfeitamente este estilo. 😍

Estilo romântico

Se acha que os elos nas joias não combinam com um estilo mais girly e romântico, então, saiba que está enganada. O truque está em usar acessórios mais finos e delicados, com elos mais pequenos. Tal como no estilo clássico, as pérolas são mais do que bem-vindas, assim como os pingentes que deixam o look cheio de romance e glamour.

Colar da Coleção Palermo – Rebecca Gioielli, que combina a corrente e o fio com pérolas.

Sabia que existem diferentes tipos de elos nas joias?

Existem vários tipos de elos que acabam por conferir estilos diferentes. Afinal, compreender um pouco mais sobre o tema e até perceber as características mais associadas a cada tipo vai permitir-lhe saber com qual mais se identifica.

  • Grumet: tem uma corrente composta por elos longos, que podem até ser duplos e com uma espessura grossa;
  • Cartier: este tipo de elo foi criado por Louis Cartier, são levemente achatados e são todos do mesmo tamanho, obrigatoriamente;
  • Corda: é um tipo de corrente com um elo mais sofisticado e mais trabalhado e bem unido, formando extensões interligadas;
  • Fígaro: este tipo de elo também é denominado de Piastrine, e tem como característica principal o facto de ter três pequenos anéis ligados a um elo maior;
  • Elo quadrado: trata-se de vários elos quadrados posicionados e enquadrados do mesmo tamanho e cujas espessuras tanto podem ser mais finas ou mais grossas;
  • Elo português: esta tendência nacional nasceu em 2019 e é composta por diversos elos redondos posicionados de formas diferentes. Como tal, podem ser intercalados na vertical e na horizontal, criando um aspeto muito interessante.

Conheça os diferentes significados dos elos nas joias

Há duas simbologias mais comummente associadas aos elos nas joias. Veja quais são:

  • Seguir a corrente: este significado está relacionado com toda a aceleração do mundo atual, provocada pela evolução tecnológica e constantes mudanças que o Planeta enfrenta e, consequentemente, que todos nós enfrentamos. Usar joias com elos significa que estamos conectados precisamente com o avançar do tempo e com o movimento;
  • Por outro lado, usar joias com elos também está associado a um sentido de comunidade, rede e ecossistemas, como se unir elos nos permitisse enfrentar melhor todos os desafios que a vida nos proporciona.

Deixe uma resposta