Origem das Pedras Preciosas

Conheça a origem das pedras preciosas e saiba quais são mineiras, animais e vegetais!

Você conhece a origem das pedras preciosas? Muitas pessoas não sabem, mas as gemas podem ser de origem animal, vegetal ou mineral. Pensando nisso, separamos informações sobre a origem das pedras preciosas, como elas são classificadas e qual a diferença entre elas. Saiba se a classificação interfere em sua preciosidade.

Então, vamos conhecer melhor cada um desses tipos de pedras preciosas para entender a diferença entre cada um. Descubra agora a natureza de sua gema!

Pedras preciosas de origem animal:

As pedras preciosas de origem animal consistem em gemas formadas a partir de materiais orgânicos. Ou seja, são as gemas que são formadas a partir de compostos que se relacionam organicamente a certos animais, como a pérola ou o marfim. Veja só algumas características dessas pedras de origem animal:

Pérola:

Uma das curiosidades sobre a fabricação da pérola é que ela é a única pedra preciosa fabricada a partir de um animal vivo. Ela é o resultado de um sistema de defesa contra agentes que tentam invadir sua concha. Quando alguns grãos de areia e outros compostos se alojam embaixo da pele da ostra, a sua pele fica sensível e, em resposta, o animal cobre essas partículas com cálcio perolado. É um processo longo que tem, como resultado final, a pérola. A cor da pérola vai depender da cor do interior da concha.

Encontrar uma pérola é algo muito raro e, por isso, essa pedra de origem animal tem grande valor.

Coral:

O coral, por sua vez, é um esqueleto de organismos marinhos. Essa pedra é mais facilmente encontrada em oceanos. Nos tempos da Antiguidade, era muito usada por fins religiosos e medicinais. As cores mais comuns são: vermelho, rosa, branco, cinza e preto. Cada uma dessas cores possui um significado diferente. O vermelho, por exemplo, traz a ideia de estímulo; o rosa traz calma; o branco é um estabilizante; o cinza é harmonia e, por fim, o preto, é absorvente.

Marfim:

O marfim, por sua vez, diz respeito a presas de animais, como o elefante, morsa, hipopótamo, javali e outros. Por comporem partes do corpo de um animal, o marfim é rico em fosfato, hidróxi-apatite e vários compostos orgânicos. Existem várias formas e texturas de marfim, até mesmo pelo fato de que cada animal tem características diferentes em suas presas.

Pedras preciosas de origem vegetal:

As pedras preciosas de origem vegetal são aquelas que, de alguma maneira, são produzidas por plantas, depois de passar por um processo de fossilização. Um dos exemplos mais clássicos de pedras preciosas de origem vegetal é o âmbar. Vamos ver melhor algumas características de principais pedras preciosas de origem vegetal:

Âmbar:

Esse é o nome que se dá para resinas fósseis que são encontradas em árvores. Essa substância é formada em arbustos através de uma matéria viscosa conhecida como “resina”. Há muito tempo, elas evitavam a invasão de bactérias e insetos na madeira das árvores. O contato com o líquido e ar gerou um processo de polimerização do seu material. Assim se formou essa substância que, embora tenha características minerais, é considerada de origem vegetal por ter sua resina secretada por plantas, desde o início.

Azeviche:

O azeviche é uma pedra preciosa de origem vegetal e animal. Por isso, seu caso é muito interessante. Ele é uma madeira/carvão fossilizada, e sua cor é, geralmente, escura. Então, sua tonalidade fica entre marrom e preto e, por causa de seu aspecto aveludado, é muito usado para esculturas. Ela é uma matéria orgânica fossilizada e, então, é considerada tanto de origem vegetal quanto de origem animal.

Pedras preciosas de origem mineral:

Esse tipo de pedra preciosa é o mais comum de todos. A maioria das pedras preciosas é de origem mineral. Essas gemas são formadas pela influência de agentes como vento, temperatura, pressão e outros fatores. Em se tratando da formação mineral, há três formas de formação das pedras:

Formação magmática:

Nesse caso, as gemas são formadas pela consolidação do magma. Esse caso é responsável pela formação de gemas muito valiosas, como o diamante, esmeralda e alga-marinha.

Formação sedimentar:

As pedras preciosas formadas a partir da sedimentação são aquelas pedras originadas pela sedimentação de outras rochas. É esse processo que origina, por exemplo, o calcário.

Formação metamórfica:

E, por último, as pedras preciosas minerais podem ser formadas através da metamorfose. Como o próprio nome já sugere, há uma série de transformações químicas e físicas que originam outras rochas. Esse é o caso, por exemplo, do quartzo e do mármore.

O que achou das informações que separamos sobre a origem das pedras preciosas? Buscamos reunir as principais informações sobre as gemas preciosas de maneira sucinta, curiosa e objetiva, para que você pudesse entender como essas pedras tão lindas e valiosas chegaram até ao nosso alcance.

Comente o que achou de nossas informações e confira nossos próximos posts!

Deixe uma resposta